Os principais mitos sobre o uso da energia solar no ambiente residencial

O investimento em energia solar ainda é cercado por mitos. A disseminação de informações equivocadas sobre a tecnologia faz com que consumidores domésticos acumulem diversas dúvidas e, consequentemente, se afastem dessa solução que gera considerável economia no gasto mensal com eletricidade, além de favorecer o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável.

Por isso, para promover o esclarecimento da população, listamos os principais mitos sobre o uso de energia solar em ambientes residenciais. As informações apresentadas a seguir reforçam os benefícios de utilizar a energia solar para o abastecimento de energia elétrica em imóveis de todos os tamanhos. Confira:

Mito 1. A energia solar é muito cara

A energia solar cresceu no Brasil nos últimos 5 anos. A maior procura pela tecnologia tem feito com que os custos do sistema caiam e se tornem acessíveis. As unidades de micro geração de energia para residências já têm diversas linhas de financiamento no país. Na última década, os valores de painéis e inversores que compõem os sistemas fotovoltaicos sofreram uma redução de quase 80%.

Outro ponto que precisa ser levado em consideração é que o investimento em energia solar tem excelente custo-benefício, e o retorno desse investimento ocorre rapidamente, fazendo com que o sistema se pague completamente por meio da economia conquistada na conta de energia elétrica. Além disso, a geração de energia limpa já conta com isenção de impostos em vários Estados, o tempo de vida útil do sistema chega a 25 anos e existem algumas tecnologias com preços mais baixos e econômicos para residências.

Mito 2. O sistema de energia solar gera ruídos

Esse também é um mito muito comum. Mas é preciso dizer que o sistema fotovoltaico não gera ruídos e barulhos inconvenientes. O sistema opera de forma completamente silenciosa, já que a geração de energia não emprega os tradicionais geradores, mas sim uma tecnologia de painéis, inversores e outros componentes de alto desempenho.

Mito 3. Sistemas de energia solar exigem manutenções caras e frequentes

Outro mito. A tecnologia de energia solar tem manutenção simples e descomplicada e exige a limpeza adequada das placas solares a cada quatro meses, a fim de evitar o acúmulo de sujidades, como poeira e detritos. Os cuidados também exigem revisões preventivas periódicas do inversor, das condições das placas, dos vedantes e cabos.

Mito 4. A instalação do sistema fotovoltaico é burocrática

A tecnologia de energia solar já uma realidade para todos os tipos de residências, seja em áreas urbanas ou rurais. O sistema pode ser usado em casas, apartamentos, chácaras, fazendas, comércios, entre outros espaços. Em qualquer das situações, o planejamento, aprovação e instalação do sistema ocorrem de forma rápida.

Para isso, basta contar com a competência e a atuação especializada de uma empresa qualificada e experiente, que ficará responsável por avaliar todas as variáveis que envolvem a parte técnica do sistema. De uma forma geral, a aprovação da instalação junto à concessionária pode demorar até um mês.

Quer saber mais sobre energia solar? Para saber mais sobre os mitos e verdades em relação ao uso de energia solar em residências, entre em contato agora mesmo com nossa equipe. Continue acompanhando as atualizações das notícias sobre o setor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *